Equilibre Seu Corpo Praticando Pilates Pós-natal

Parabéns, você tem um bebê lindo e muito provavelmente um corpo que passou por muitas mudanças durante a gravidez. O útero cresce e faz com que seu centro de gravidade passe para frente. Isso pode tornar os músculos comprimidos da região lombar, flexores do quadril e parte de trás do pescoço. O peso extra das mamas também leva a compressão dos músculos do peito, ombros e pescoço. Isto leva a alterações posturais que muitas vezes permanecem por muito tempo após a gravidez. A alteração da postura deixa o corpo vulnerável a uma série de condições, como dores na lombar e dor no joelho as quais não estavam presentes antes da gestação. Mudanças no volume de sangue e outras alterações hormonais durante a gravidez, bem como a privação de sono depois do nascimento, causam fadiga. Não deve ser nenhuma surpresa se você ficar com menos resistência após o parto do que antes. E, claro, a mudança mais visível no corpo é mais frequentemente na região abdominal.

PostNatalPilates_main
E agora?

A presença de relaxina, um hormônio presente no corpo da mulher a partir do momento da concepção até 6 semanas após, faz com que o tecido conjuntivo, como ligamentos para e articulações dentro do corpo para se tornem flexiveis. O tônus ​​muscular diminui durante a gravidez levando a uma parede abdominal sobrecarregada (ou até diástase de Reto, uma separação dos músculos abdominais – [temos um post falando sobre isso aqui no blog]) e músculos do assoalho pélvico fracos, bem como flacidez no bumbum, coxas e braços.
Apesar dessas alterações fisiológicas que deixam o corpo da mulher em um estado muito diferente após a gravidez, você pode recuperar o seu equilibrio com exercícios seguros e orientados.

O método Pilates, criado por Joseph Pilates, não é apenas seguro, mas também uma das formas mais eficazes de tonificar os músculos abdominais, costas, nádegas e assoalho pélvico, aumentando a resistência e trazendo o corpo de volta ao equilíbrio muscular e postural global. Pilates trabalha o corpo de dentro para fora. A TVA ( transverso abdominal) é a mais profunda camada do músculo abdominal e o músculo mais central do corpo. Ele é muitas vezes referido como a “potência”. Anatomicamente, uma vez que o TVA é forte, ele pode então apoiar o resto do corpo, tanto acima como abaixo da cintura. Junto com o TVA são os oblíquos internos e externos e, finalmente, o reto abdominal. Todos esses músculos se tornam mais fortes com a prática de Pilates. O foco do método está em movimento controlado e contínuo a partir do centro, o corpo está sempre em movimento ativo. Pilates trabalha o corpo da cabeça aos pés de uma forma segura e eficaz aumentando a extensão e a força do corpo, criando um corpo mais equilibrado, uma maior facilidade de movimento e uma vida mais funcional.

Verdadeiramente o método Pilates é único e eficaz, mas nem todas as aulas de Pilates são criadas iguais. Dito isto, a coisa mais importante a fazer quando se considera o seu treino é encontrar um instrutor qualificado que tenha experiência.

Fonte: http://pilates-pro.com/

This entry was posted in Alongamento, biomecânica, dor lombar, mulher, pilates em mogi das cruzes, REABILITAÇÃO, respiração, saúde da mulher, Saúde e Bem-estar, Treino Core and tagged , , . Bookmark the permalink.