O REFORÇO MUSCULAR E SUA IMPORTÂNCIA PARA O PILATES NO TRATAMENTO DA ARTROSE

A artrose é uma doença articular degenerativa que acomete a maior parte da população idosa, sendo a doença reumática mais comum, e em aproximadamente 35% dos casos a articulação acometida é a do joelho.

Sua origem é multifatorial e sua evolução é variável, mas a dor articular e a degeneração da cartilagem hialina de revestimento articular são pontos certos no processo dessa doença.

Fique atento! Sua origem é multifatorial – ou seja não é doença de “velho”, pois jovens também podem desenvolver artrose. O desgaste ocorre pelo aumento da carga sobre a articulação ou em parte dela e pode ser gerado por traumas, desalinhamento articular e até mesmo pelo envelhecimento.

O reforço muscular é um dos objetivos principais durante o Pilates no tratamento da artrose. Quando eu digo tratamento considero a prevenção também.

Através do reforço muscular conseguimos diminuir a dor, aumentar a força muscular e a amplitude de movimento, facilitar as atividades de vida diária e melhorar a postura.

Importante:

Durante a vida o ser humano tem uma perda de massa muscular.

Entre os 25 e 50 anos: É uma perda leve de aproximadamente 10%.

Entre 50 e 80 anos: A perda acelera para cerca de 40%.

Ou seja, com 80 anos a pessoa teve uma diminuição de massa pela metade (50%).

 

Assim fica claro que o reforço muscular é importante, e será que o Pilates no tratamento da artrose é uma técnica indicada? Sim!

Estudos apontam que diversas atividades como a musculação, isostreching entre outras são também indicadas, mas o Pilates tem algumas vantagens como uma melhor manipulação da gravidade, da base de sustentação e modulação do comprimento de alavancas.

 

By>http://blogpilates.com.br/pilates-no-tratamento-da-artrose/

Agende agora mesmo uma aula experimental!

☎️ 4726-8522 ou 📲 95077-3794

Rua José Urbano Sanches, 91 – Vila Oliveira.

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.