PILATES NA ESCLEROSE MÚLTIPLA

O uso do Método Pilates vem se consolidando cada vez mais como um modelo de tratamento abrangente e universalmente reconhecido com relação aos notáveis efeitos ocasionados sobre diferentes patologias.

Considera-se seus benefícios para este fim, em razão dos resultados apresentados em recentes publicações que destacam implicações positivas acerca do uso do método Pilates em doenças neurodegenerativas como a Esclerose Múltipla (EM) e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Assim como observado nas demais patologias que afetam Sistema Nervoso Central (SNC), o Pilates pode colaborar com o desenvolvimento de atividades que reforcem a atenção e o ganho de controle neural, com destaque para ativação muscular e consequente obtenção de equilíbrio que pode vir a ser aperfeiçoado através do uso prolongado e progressivo do método, como observado na literatura.

Além disso, a prática constante do Método e a adequada compreensão dos princípios do Pilates – incorporados em conjunto com a atividade muscular e cerebral – empregados de maneira correta durante os exercícios, pode vir a proporcionar e contribuir diretamente com uma maior sensação de bem-estar geral.

Isso possibilita a promoção de uma melhor qualidade de vida por indivíduos acometidos por diversas patologias, incluindo as de aspecto neurodegenerativo.

Esta visa reforçar os ganhos adquiridos em associação às demais terapias que já se encontram em uso, ou até mesmo isoladamente, desde que seja empregado por meio da avaliação minuciosa e completa das necessidades pessoais de cada indivíduo e com a liberação do médico para a prática da atividade.

Gostou da matéria?
Entre no link e veja a matéria completa.

By:http://blogpilates.com.br/bases-cientificos-esclerose-mult…/

Agende uma aula experimental na Vittalisa!

 4726-8522 \ 95077-3794 \ 💻www.vittalisa.com.br
Rua: José Urbano Sanches, 91 – Vila Oliveira – Mogi das Cruzes\SP.

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.