Pilates na Fibromialgia

O que é fibromialgia?

A fibromialgia está associada a um tipo de reumatismo com uma condição de dor crônica ou rigidez, com presença de sensibilidade em alguns pontos pelo corpo. Pode ser considerada uma síndrome devido às manifestação no organismo como cansaço, indisposição, problemas com o sono e rigidez matutina, além da dor. Acomete principalmente mulheres (90% dos casos) entre 35 e 60 anos. A fibromialgia pode ser classificada como idiopática, pós-traumática, primária (não é proveniente de nenhuma outra doença) ou secundária (resultante de uma patologia).

Diagnóstico 

O diagnóstico é clínico e baseado na dor do paciente. Essa deve ser difusa e presente há mais de 3 meses. Para a confirmação do diagnóstico, se usa como referência a palpação de 18 pontos anatômicos de acordo com o mapa abaixo:


É positivo na presença de dor em 11 dos 18 pontos dolorosos

Sintomas 

Os sintomas da fibromialgia são dores difusas e sensibilidade ao toque dos pontos característicos do corpo. A dores devem estar presentes acima e abaixo da cintura e nos lados esquerdo e direito do corpo. Os principais pontos de dor referidos pelos pacientes são na coluna cervical (85%) e coluna lombar (79%).

A fibromialgia está associada a uma série de distúrbios. É frequente a presença de depressão, ansiedade e distúrbios do sono. As dores de cabeça estão presentes em mais da metade dos pacientes com fibromialgia. Outras alterações frequentemente associadas incluem dor torácica não cardíaca, síndrome da bexiga irritável (disúria funcional), dismenorreia, síndrome pré-menstrual e disfunção da articulação temporomandibular.

Apesar de não acarretar deformidades físicas ou outros tipos de sequelas, a fibromialgia pode prejudicar a qualidade de vida e o desempenho profissional.

Fatores agravantes

Alguns fatores podem agravar o quadro de sintomas do paciente de fibromialgia que são excesso de atividade física, inatividade física, estresse, frio, distúrbios do sono e fadiga física e mental.

Tratamento da fibromialgia 

É importante que o diagnóstico seja dado com segurança para que seja direcionado o melhor tratamento para o paciente. O tratamento consiste na manutenção das atividades funcionais, o que deve ser feito por uma equipe, isso incluindo mudanças vindas do próprio paciente. O foco do tratamento deverá ser a diminuição da dor, reeducação postural incluindo atividades em casa e trabalho, atividade física com acompanhamento de um profissional, alongamento, entre outras. Também vale ser ressaltado o tratamento psicológico visto que a fibromialgia pode causar depressão devido a frequência com que as dores aparecem e ao estresse.

Pilates no tratamento da fibromialgia

O Pilates com suas várias funções pode ser muito eficaz no tratamento e alívio de sintomas dessa doença. Como a fibromialgia não tem cura, é muito importante que o paciente persista nas suas aulas para que consiga a qualidade de vida ideal.

O principal é que o aluno mantenha normalmente as suas atividades do dia a dia, proporcionando a ele qualidade de vida. Para isso são feitos exercícios que imitem seus movimentos corriqueiros. Além disso, o Pilates trabalha a postura, alongamento e fortalecimento buscando o alivio da dor nas regiões referidas pelo paciente, como coluna lombar e cervical, que são muito comuns, e diminuição da rigidez.

O Pilates também auxilia no fator psicológico, visto que é uma atividade tranquila e que tem ao final de suas aulas o relaxamento.

www.vittalisa.com.br 4726-8522

This entry was posted in Alongamento, biomecânica, dor lombar, fibromialgia. Bookmark the permalink.