PILATES SOLO X PILATES EM APARELHOS – QUAL ESCOLHER?

 

Ao criar o Método Pilates, Joseph – seu criador – desenvolveu algumas séries de exercícios no solo.

Após alguns anos, por volta de 1914, durante exílio da Primeira Guerra Mundial, haviam muitos prisioneiros de guerra e por isso ele resolveu criar um sistema de exercícios mais fácil que os de solo, pois haviam muitos homens debilitados. Foi então que surgiu os primeiros aparelhos de Pilates com macas velhas.

O Pilates tem seus inúmeros benefícios, independente se for realizado no solo ou nos aparelhos.

Pilates Solo x Pilates em Aparelhos

O Pilates Solo pode ser feito em grupos maiores de pessoas do que um grupo de Pilates em aparelhos. Normalmente, o Pilates Solo são grupos de 6 pessoas e no aparelho o máximo é de 3 á 4 pessoas.

As variações de exercícios variam de acordo com o aluno/paciente.

O profissional tem uma gama enorme de exercícios em pé, decúbito dorsal, ventral ou lateral apenas com o movimento e peso do próprio corpo, utilizando acessórios como as bolas, o magic circle, as faixas elásticas, os rolos, entre outros.

É de fato que o Pilates solo exige muito mais do corpo, principalmente é necessário ter uma consciência corporal muito maior que quando se realiza os exercícios com os aparelhos.

Os aparelhos criados por Joseph Pilates são o Reformer, Cadillac, Chair e Barrel. A maioria dos exercícios do Pilates Solo podem ser feitas no estúdio, onde os aparelhos com molas, dão o suporte para o corpo realizar os movimentos.

No Pilates em aparelhos as molas servem para favorecer ou dificultar os movimentos e elas têm uma graduação de força que serve para uma evolução do aluno, desde a mais fraca até a mais forte.

Uma aula de Pilates tanto no Solo como também de Pilates nos aparelhos pode ter variações, um mesmo exercício pode ser alterado usando um acessório e todos os exercícios de Pilates têm níveis básicos, intermediários e avançados.

Mas qual escolher?

Depende do aluno, uma aula de Pilates pode ser mesclada, alguns exercícios são realizados sem a ajuda dos equipamentos outros são feitos no solo ou apenas com algum acessório.

Porém, o que deve ser avaliado pelo profissional é justamente o que o aluno busca e qual é a capacidade de realizar algum exercício mantendo os princípios do Pilates. Visto que o Pilates Solo necessita uma maior noção e força do aluno, é preferível que inicie o Pilates nos aparelhos para depois evoluir com exercícios no solo.

Outra situação que deve ser levada em conta é que no Pilates Solo o corpo deve ser mais flexível para se manter na posição correta. Se não houver boa flexibilidade que mantenha o alinhamento correto deve-se optar pelo Pilates em aparelhos.

E o principal detalhe, pessoas idosas e/ou com lesões seria mais aconselhável decidir pelo Pilates em aparelhos.

Mas se o aluno não têm crises de dor por um tempo prolongado, possui uma consciência corporal boa e consegue realizar movimentos com facilidade, tanto o Pilates Solo como o Pilates em Aparelhos são boas escolhas.

Agora se o aluno gosta de desafios, experimente o circuito com aparelhos e acessórios ou o pilates em suspension onde é aplicado exercícios funcionais e aulas dinâmicas que podem ser aplicadas em forma de HIT.

Venha fazer uma aula experimental na Vittalisa!

☎️ 4726-8522 / 📲 95077-3794 / 🖥️ www.viitalisa.com.br
Rua José Urbano Sanches,91 – Vila Oliveira.

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.